Werner Neugebauer e Sérgio Jimenez vencem em Goiânia

Saindo da pole, o carro #8 da equipe RCHLO venceu pela segunda vez consecutiva na Porsche Império Endurance Series e sustenta a liderança no campeonato com 136 pontos em 136 pontos possíveis. A vitória da dupla Werner Neugebauer e Sergio Jimenez foi dramática, com a máquina perdendo performance nas voltas finais e recebendo a bandeirada apenas 1s445 à frente do carro da Shell Racing, dos paranaenses Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta.

O resultado serviu para catapultar mais ainda Neugebauer no campeonato “overall” que soma a pontuação das etapas de sprint sem descartes à pontuação no certame das corridas longas. Considerando os sprint e endurance, o gaúcho atingiu em Goiânia a marca de cinco vitórias em 12 provas disputadas com os carros de competição mais produzidos no planeta na temporada 2018.

Em terceiro lugar ficou a dupla do carro #31, Luca Seripieri e Dennis Dirani, conquistando também a vitória na classe Sport. Pupilo do bicampeão de endurance Alan Hellmeister, que se recupera de um acidente em Monza há três semanas, Luca fez questão de homenagear o coach e amigo -que, aliás, esteve presente em todos os carros da prova com a hashtag #forçaAlan.

Na classe 3.8 prevaleceu o carro #83, de Maurizio e Marco Billi. A dupla fez uma prova limpa, foi precisa nos pit-stops e mostrou mais uma vez que numa jornada de endurance a consistência ao longo das mais de duas horas de disputa faz diferença. De quebra, conquistaram um respeitabilíssimo 11º lugar na classificação geral.

Com uma estratégia ousada de stints longos no início, o carro #71 de Pedrinho Aguiar e Kreis Jr ficou com a segunda colocação. A dupla chegou a aparecer em segundo lugar no geral no meio da prova, mas acabou prejudicada por um pneu furado. William Freire e Chico Horta, com o carro #77, terminaram em terceiro lugar.

O campeonato da 3.8 agora tem Chico Horta e William Freire como líderes (123 pontos), seguidos dos Billi (104) e de Kreis Jr e Pedro Aguiar (101).

A temporada 2018 da Porsche Cup entra agora em sua reta final. O campeonato de sprint será definido na rodada dupla que integra a programação do GP Brasil de F1, nos dias 10 e 11 de novembro. O campeonato de endurance e os títulos “overall” serão sacramentados também em Interlagos, após a corrida de 500 km que encerra o calendário em 24 de novembro.

“Estávamos com uma estratégia diferente de calibragem, atacando no começo e tentando manter no fim. Foi um risco, mas em corrida é preciso correr riscos, e deu certo” (Sérgio Jimenez)

“Foi emocionante demais, a gente achou que tinha um furo no pneu, e o Sérgio acabou administrando. Eles vinham tirando quase um segundo no final, que bom que não tinha nenhum problema no nosso carro. Foi muito bom, esse campeonato é nosso!” (Werner Neugebauer)

“Foi difícil. No último stint. O Jimenez conseguiu abrir nas primeiras voltas. No finalzinho ele ficou sem pneu e conseguimos encostar, se tivesse mais algumas voltas conseguiríamos passar” (Ricardo Zonta)

“Foi bom, desde o começo estávamos competitivos. Eu e o Ricardo temos um ótimo entrosamento, é isso aí. A próxima é vitória, estamos quase!” (Lico Kaesemodel)

Resultado:

300 km de Goiânia

  1. Werner Neugebauer e Sérgio Jimenez – 2h11min23s546
  2. Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta + 1s445
  3. Luca Seripieri e Dennis Dirani (S) +26s727
  4. Sylvio de Barros e Cacá Bueno + 31s293
  5. Pedro Queirolo e Vitor Baptista +34s442
  6. Ricardo Baptista e Nonô Figueiredo +35s453
  7. Enzo Elias e Max Papis +42s642
  8. Daniel Schneider e Nelson Piquet Jr. + 1 volta
  9. Carlos Ambrósio e Popó Bueno (S) + 1 volta
  10. Dominique Teysseyre e Fabio Carbone (S) + 1 volta
  11. Maurizio Billi e Marco Billi (3.8 S) + 4 voltas
  12. Miguel Paludo e Justin Allgaier + 4 voltas
  13. Kreis Jr. e Pedro Aguiar (3.8) + 5 voltas
  14. Rodolfo Toni e JP Mauro (S) + 5 voltas
  15. Francisco Horta e William Freire (3.8) + 6 voltas
  16. Carlos Renaux e Matheus Iorio (3.8) + 7 voltas
  17. Patrick Choate e Marcelo Brisac (3.8 S) + 10 voltas
  18. Fernando Fortes e Pedro Piquet + 15 voltas
  19. Paulo Totaro e Renan Guerra (3.8) + 21 voltas

Não completaram:

  1. Tom Valle e Beto Gresse (S) + 38 voltas
  2. Adalberto Baptista e Rodrigo Baptista (S) + 78 voltas
  3. Tom Filho e Rodrigo Mello (S) + 78 voltas

Foto: Thiago Sampaio/Direto do Pódio

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

error: Conteúdo protegido contra cópia. Caso queira adquirir o conteúdo, envie um e-mail para: contato@diretodopodio.com.br