Vettel conquista pole em Montreal

Os recordes continuaram a cair na temporada de 2018, no sábado, com o recorde de trajetória do Circuito Gilles-Villeneuve sendo quebrado por Sebastian Vettel, conquistando a pole position para o Grande Prêmio do Canadá de 2018.

O piloto da Ferrari estabeleceu um impressionante tempo de pole de 1m 10.764s nos momentos finais da qualificação. Valtteri Bottas, da Mercedes, se juntou ao alemão na primeira fila depois de terminar com apenas 0,093 do tempo de Vettel, enquanto Max Verstappen, que liderou as três sessões de treinos livres do fim de semana, fez uma forte volta na terceira colocação.

Lewis Hamilton, da Mercedes, que era apontado como o favorito para a pole, teve que se contentar com o quarto lugar, com Kimi Raikkonen, da Ferrari, em quinto depois de um erro em sua última volta rápida, e o segundo piloto da Red Bull, Daniel Ricciardo em sexto.

A Force Índia e a Renault foram as duas outras equipas a lutarem pelas melhores honras do meio-campo. Em última análise, foi a Renault que saiu no topo, com Nico Hulkenberg em sétimo, Esteban Ocon da Force Índia em oitavo, Carlos Sainz em nono da Renault e a irmã Force Índia de Sergio Perez em 10º.

Q1 – STROLL FALHA EM FAZER O CORTE EM FRENTE À MULTIDÃO DOMÉSTICA

Foi uma primeira sessão complicada para muitos pilotos, houve escorregões para Hamilton, Ricciardo e Marcus Ericsson, com o sueco danificando a suspensão da Sauber depois de bater na parede na saída da curva 9.

Com as três melhores equipes alinhando-se em duplas – Vettel e Raikkonen, da Ferrari, Hamilton e Bottas, da Mercedes, e Verstappen e Ricciardo, da Red Bull, houve performances impressionantes, como Brendon Hartley, da Toro Rosso, que colocou seu carro em oitavo lugar e Charles Leclerc de Sauber em 12º.

Q2 – RICCIARDO MAIS RÁPIDO

As Ferraris e os pilotos da Mercedes conseguiram, enquanto os Red Bulls nem sequer tentaram, optando por ficar nos hypersofts de paredes cor-de-rosa durante a sessão.

Ricciardo certamente estava fazendo com que eles trabalhassem, no entanto, batendo no que era na época a volta mais rápida de todos os tempos na pista de Montreal – um 1m 11.434s – no final da sessão.

Kevin Magnussen, da Haas, terminou como o primeiro homem fora do top 10, com Hartley em 12º, Sauber em 13º, e McLarens no “300º Grande Prémio” Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne em 14º e 15º.

Q3 – VETTEL CRAVA A POLE

Ninguém adivinhava quem ficaria no topo da sessão final. Logo no início, Bottas se tornou o primeiro homem a rodar o circuito em menos de 1m 11s, enquanto Hamilton parecia menos confortável.

Com Vettel batendo o tempo de Bottas no meio da sessão, o alemão trouxe o recorde de volta da pista ainda mais baixo com a sua última tentativa, como seu companheiro de equipe Raikkonen foi para a grama na curva 2, impedindo-o de melhorar seu quinto tempo.

Verstappen fez um rápido esforço para ficar em terceiro, à frente de Hamilton, enquanto o seu companheiro de equipe Ricciardo, que tradicionalmente lutava contra os companheiros de equipe nesta pista, ficou em sexto, a cerca de dois décimos do holandês.

O Grande Prêmio do Canadá de 2018 está programado a largada para as 15h10 deste Domingo no horário de Brasília.

Foto: Sebastian Vettel (GER) Ferrari SF-71H at Formula One World Championship, Rd7, Canadian Grand Prix, Qualifying, Montreal, Canada, Saturday 9 June 2018. © Simon Galloway/Sutton Images

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

error: Conteúdo protegido contra cópia. Caso queira adquirir o conteúdo, envie um e-mail para: contato@diretodopodio.com.br