Hamilton lidera o TL1 para o GP do Japão

Lewis Hamilton venceu três dos quatro últimos GPs japoneses e na sexta-feira ele mais uma vez demonstrou sua velocidade em Suzuka, liderando a primeira sessão de treinos de abertura à frente de seu companheiro de equipe Valtteri Bottas.

Hamilton, que lidera a briga pelo título do campeonato de 2018, com uma vantagem de 50 pontos sobre Sebastian Vettel, definiu o ritmo da borracha macia da Pirelli, terminando 0,446s mais rápido que Bottas, embora o britânico tenha a sorte de ter evitado uma colisão de alta velocidade no início. quando ele encontrou um lento Gasly se aproximando da chicane.

Felizmente, Hamilton mostrou reações rápidas para contornar o piloto da Toro Rosso, o incidente está sendo investigado pelos comissários e ele terminou a sessão à frente de seus rivais mais próximos, com Daniel Ricciardo, da Red Bull, em terceiro lugar.

Atrás dos três primeiros, a Ferrari, que optou por colocar ambos os pilotos na borracha supermacia, não teve muito destaque neste segmento de abertura do Treinos Livres. Kimi Raikkonen liderou o ataque, com o finlandês a terminar em quarto, a apenas 0,058s de Sebastian Vettel.

Max Verstappen admitiu na quinta-feira que a Red Bull vai precisar de sorte neste fim de semana se ele repetir seus feitos no pódio de Suzuka nos últimos dois anos, e ele teve que se contentar com o sexto lugar na FP1, a 1.150s do ritmo.

A batalha “melhor do resto” foi vencida por Esteban Ocon, da Force Índia, que venceu o piloto da Haas, Romain Grosjean por dois décimos, com Charles Leclerc vencendo a batalha pelo P9 à frente de seu companheiro de equipe da Sauber, Marcus Ericsson.

Hamilton não foi o único piloto envolvido no drama, com Perez e Gasly, da Force Índia, tendo momentos e correndo pela grama, enquanto Fernando Alonso, da McLaren, rodou depois de colocar uma roda larga na direção de Degner.

O parceiro temporário de Alonso, Lando Norris, que recebeu outra prática no lugar de Stoffel Vandoorne, sofreu uma sessão relativamente baixa, terminando na parte inferior da tabela de tempos, 3,902s mais lenta que a volta mais rápida de Hamilton.

E então, é o britânico que entra na segunda sessão do dia com o impulso. Mercedes pode continuar esta forma no FP2? Ou a Ferrari se recuperará? E a Red Bull vai montar um desafio para o primeiro lugar? Em breve descobriremos…

Foto: Thiago Sampaio/Direto do Pódio

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

error: Conteúdo protegido contra cópia. Caso queira adquirir o conteúdo, envie um e-mail para: contato@diretodopodio.com.br