GP da França: Hamilton é o mais rápido no TL1

Quando os pilotos deram as primeiras voltas no Circuito Paul Ricard, foi Lewis Hamilton quem dominou as primeiras voltas na França, terminando o Treino Livre 1 como o mais rápido, já que muitos dos outros pilotos acabaram rodando na pista.

Depois de dois desempenhos decepcionantes em Mônaco e no Canadá, Lewis Hamilton, movido por um novo motor Mercedes, lembrou sua habilidade com um impressionante tempo de 1m 32.273s, seguido de perto por Valtteri Bottas, que ficou apenas 0,14s atrás de seu companheiro de equipe.

Daniel Ricciardo, da Red Bull, que foi o adversário mais próximo das Mercedes, o australiano ficou com menos de três décimos de segundos atrás do líder da sessão. Seu companheiro de equipe Max Verstappen ficou confinado na garagem por uma grande parte da sessão com problemas técnicos com em seu RB14, e teve que se contentar com a sétima colocação.

Quanto à Ferrari, eles tendem a começar os finais de semana do Grand Prix em silêncio, e foi a mesma história aqui no circuito de Paul Ricard. Kimi Raikkonen foi o mais rápido da Scuderia, ficando em quarto, 0,772s atrás de Hamilton, com o atual líder do campeonato Sebastian Vettel apenas em quinto.

As condições do vento em Le Castellet mostraram-se complicadas para as equipes, que usaram esta sessão para enfrentar um circuito que acolheu um Grande Prémio pela última vez em 1990. Houve muitas corridas no início e a sessão terminou três minutos antes quando Marcus Ericsson acabou rodando na curva 11, seu Sauber acertou as barreiras de segurança e pegou fogo. Felizmente, o sueco escapou ileso, embora ainda não se saiba se seu carro será consertado a tempo para a sua participação no TL2.

Atrás das três melhores equipes, o prémio de “melhor do resto” foi para a Haas, e o apoio da casa teria ficado encantado ao ver o herói local, Romain Grosjean, liderar o ataque à equipe americana. O francês chegou em sexto e seu companheiro de equipe Kevin Magnussen terminou em décimo.

Outro desempenho impressionante nos primeiros 90 minutos do 1º Treino Livre para o GP da França, foi do piloto Pierre Gasly da Toro Rosso, no oitavo lugar. Seu companheiro de equipe, Brendon Hartley, no entanto, não teve a mesma sorte. O neozelandês foi o primeiro a cair na notória Turn 6 e terminou em 15º.

Um piloto que estará disposto a fazer as pazes neste fim de semana é Sergio Perez, que enfrentou um duro GP do Canadá. Foi um começo brilhante do mexicano na manhã de sexta-feira, levando para casa o P9 para o Force India, enquanto seu companheiro de equipe francês, Esteban Ocon, terminou três lugares atrás.

A Renault, participando do Grand Prix de sua casa, desfrutou de uma sessão matinal discreta. Carlos Sainz foi o líder do R.S.18 em 11º, apesar de Nico Hulkenberg estar surpreendentemente no P18. A Sauber também sofreu um FP1 de acerto e erro similar. Apesar de rodar duas vezes na pista, Charles Leclerc produziu outro belo desempenho para terminar em 13º. Seu companheiro de equipe, Ericsson, estava apenas uma posição atrás, antes que seu acidente e incêndio terminassem seu primeiro segmento com uma nota amarga.

As duas equipes de baixo, McLaren e Williams, vão querer deixar essa sessão para trás. Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne estavam em 16º e 19º, enquanto o 17º colocado Lance Stroll e Sergey Sirotkin, que terminou no último lugar, suportaram outra sessão abaixo do esperado.

O 2º Treino Livre para o GP da França, está programado para ser realizado as 11h00 dessa sexta pelo horário de Brasília.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

error: Conteúdo protegido contra cópia. Caso queira adquirir o conteúdo, envie um e-mail para: contato@diretodopodio.com.br