FP3: Um hat-trick de Montreal para Verstappen

Na sessão de treinos finais de sábado de manhã, finalmente conseguimos ver o ritmo da Mercedes nos pneus mais rápidos e não foi suficiente para baterem a Red Bull, que liderou a terceira sessão de treinos do fim de semana, novamente com Max Verstappen a frente.

A Mercedes também não pode se igualar a Ferrari, com Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen terminando em segundo e terceiro, à frente de Lewis Hamilton na liderança do Silver Arrow. A boa notícia para os campeões mundiais foi que apenas um décimo de segundo cobriu todos os quatro carros.

Daniel Riccardo, que acredita que a Mercedes é o que teme neste fim de semana, conseguiu uma sessão completa depois que um problema elétrico o confinou na garagem durante boa parte da segunda sessão de ontem. O australiano terminou em quinto, à frente de Valtteri Bottas na outra Mercedes.

Por trás das três melhores equipes, a fascinante batalha “melhor do resto” deu outra reviravolta em Montreal. McLaren e Haas foram os quarto melhores times da FP1 e FP2, respectivamente, mas a Force India de Sergio Perez levou essa honra nesta hora final de treinos.

O piloto da Renault, Nico Hulkenberg, sem dúvida desesperado para colocar uma sexta-feira “difícil” atrás dele, estava apenas 0,043s atrás do Perez no P8, enquanto o Romain Grosjean, do Haas, continuou seu impressionante final de semana com outro resultado entre os dez primeiros.

Stoffel Vandoorne se recuperou no FP2 para somar o top 10 da McLaren, um resultado que lhe dará confiança ao olhar para o companheiro de equipe Fernando Alonso, que chegou em 13º pela primeira vez em 12 corridas.

Brendon Hartley, da Toro Rosso, também continuou mostrando sinais de melhora, terminando atrás de Esteban Ocon, da Force India, em 12º, enquanto seu companheiro de equipe Pierre Gasly terminou em 15º. À frente de Gasly estava Fernando Alonso, da McLaren, seguido por Carlos Sainz, da Renault, que ficou longe de problemas após seu acidente na FP2.

A Sauber foi discreta, Charles Leclerc chegou em 16º e Marcus Ericsson em 19º. O primeiro tentará alcançar o Q2 pela quarta corrida consecutiva, e isso certamente é um desenvolvimento para ficar de olho mais tarde.

Enquanto isso, no outro Haas, Kevin Magnussen parece ainda estar em seu caminho no Canadá, terminando em 17º. E as lutas continuaram na Williams – Sergey Sirotkin ficou em 18º, enquanto o herói local Lance Stroll foi o pior da classificação.

O treino classificatório para o GP do Canadá, está programado para ser realizado as 15h00 deste sábado no horário de Brasília.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

error: Conteúdo protegido contra cópia. Caso queira adquirir o conteúdo, envie um e-mail para: contato@diretodopodio.com.br