F1: Confira as mudanças para 2019

Em 2019, a Fórmula 1 irá adotar novas regras e algumas mudanças, todas destinadas a tornar as corridas ainda mais competitivas. Os carros parecerão notavelmente diferentes e outras mudanças serão mais sutis, embora não menos notáveis.

Nova Asa Dianteira:

Uma asa dianteira mais larga, mais alta e mais simplificada, ajudando a melhorar o vácuo, por sua vez, aumentando a possibilidade de ultrapassagem. A largura da asa é aumentada em 200mm, sua altura em 20mm e ela é aumentada em 25mm.

Nova Asa Traseira:

Uma asa mais alta, mais larga e mais simples. Como a asa dianteira, a mudança é também para ajudar a promover corridas ainda mais disputadas e com mais ultrapassagens. A altura é de 20mm, levando o rastro da cauda do galo saindo do carro traseiro para o alto. Combinado com um aumento de largura de 100mm, o conjunto de asa maior cria um buraco maior no ar. Além disso, a abertura DRS é aumentada em 20mm, aumentando sua potência em cerca de 25%, e uma limitação foi colocada nas ranhuras da placa terminal equalizadora de pressão de 2018.

Novos Dutos de Freio:

Um design simplificado, visando reduzir a exploração aerodinâmica de dutos de freio. Restrições em projetos complexos significam menos área de superfície para os aerodinâmicos brincarem. A mudança também significa uma redução da força descendente quando essa área do carro está em ar perturbado, algo que, mais uma vez, deve ajudar os pilotos a estarem mais perto do outro carro.

Cores dos Pneus revisadas:

A Pirelli reduziu para três cores os compostos para 2019, com o objetivo de facilitar a compreensão da estratégia para os fãs, os termos hypersoft, ultrasoft e supersoft foram consignados aos livros de história. Agora, cada Grande Prêmio apresentará apenas um pneu duro marcado em branco, um meio marcado em amarelo e um macio marcado em vermelho.

Luvas Biométricas:

Os pilotos devem usar luvas biométricas esse ano, aumentando a segurança e ajudando a facilitar o resgate médico. As luvas, desenvolvidas pelo Departamento de Segurança da FIA, apresentam sensores costurados no tecido que monitoram a pulsação do piloto e os níveis de oxigênio em seu sangue. Eles transmitem esses dados potencialmente salvadores para a equipe médica na pista, antes, durante e depois de um acidente.

Luz Traseira:

Duas luzes traseiras adicionais, uma em cada placa final para aumentar a visibilidade dos carros em más condições climáticas. Além da luz central traseira tradicional, os carros também devem ter uma luz de LED adicional em cada placa final da asa traseira. Elas devem estar sempre iluminadas quando o piloto estiver usando pneus intermediários ou de chuva.

Essas são algumas das mudanças para a temporada de 2019 da Fórmula 1. E todas as novidades, você confere aqui no Direto do Pódio.

Foto: Thiago Sampaio/Direto do Pódio

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

error: Conteúdo protegido contra cópia. Caso queira adquirir o conteúdo, envie um e-mail para: contato@diretodopodio.com.br